Modelos de Geometrias

A geometria correta para todas as aplicações é possível com o design modular NETZSCH!

 

A Boma Helicoidal, ou de Cavidades Progressivas, NEMO® pertence a família de bombas rotativas de deslocamento positivo. Os dois elementos de transporte são constituídos pelo Estator fixo e o Rotor, que se movem no seu interior.

Oferecemos 4 diferentes geometrias de rotores e estatores helicoidais, juntamente com uma extensa seleção de vedações e opções de materiais para construção. Isto permitem aos nossos especialistas selecionar a bomba NEMO® ideal para a sua aplicação específica.

Nosso design é modular, uma vez que as dimensões exteriores das bombas são idênticas, assim como as conexões no lado de sucção e no lado da descarga, para todas as quatro geometrias. Com a exceção do rotor e do estator, todos os outros componentes são idênticos. Isto significa que sempre que for necessário adaptar uma bomba NEMO® para obter diferentes vazões ou pressões, depois da instalação, isto pode ser feito simplesmente trocando o rotor e o estator, para então se adequar as novas condições desejadas.

 

 

Geometrias S/L

O rotor helicoidal tem uma seção transversal circular, um passo muito longo e grande profundidade da rosca. Oscila no estator fixo, o qual tem uma rosca interior com o mesmo perfil do rotor, mas com um desvio inicial duplo de 180º e o dobro de estágios. Como resultado deste emparelhamento geométrico de 1/2 etapas, as cavidades são formadas entre o rotor e o estator quando os dois são colocados juntos. Quando o rotor se move no interior do estator, as cavidades progressivas entre eles transportam o fluído de um modo suave e contínuo da aspiração para a descarga do estator. A taxa de fluxo é determinada pelo passo do rotor/estator, pelo diâmetro e pela excentricidade, bem como pela velocidade de rotação de bombeamento. A capacidade de pressão depende do número de estágios, com a pressão diferencial de 6 bar por estágio. A bomba NEMO® de 2 estágios na geometria S, pode atingir pressões diferenciais de até 12 bar, a uma taxa de vazão de 100%. A bomba NEMO® de estágio único na geometria L tem as mesmas dimensões exteriores, o mesmo diâmetro e excentricidade, mas duas vezes o passo do rotor/estator. Esta bomba produz uma vazão de 200% sobre a geometria S, a uma pressão diferencial de até 6 bar.

Geometria S

  • bombeio suave 
  • dimensões compactas, mesmo que com um alto número de estágios
  • amplo espaço de entrada
  • baixa velocidade de vazão/NPSH
  • transporte de produtos compactados
  • transporte de grandes sólidos suspensos

A Geometria L

  • boa eficiência volumétrica e longa vida útil, devido à linha selo entre rotor e estator
  • dimensões compactas, com altas taxas de vazão

Geometria D/P

O rotor helicoidal tem uma seção transversal elíptica, um passo longo e grande profundidade da rosca. O movimento circular excêntrico acontece no interior do estator fixo, o qual tem uma rosca interna com o mesmo perfil do rotor, mas com um intervalo inicial triplo de 120º e 1,5 vezes o passo. Como resultado deste emparelhamento geométrico de 2/3 etapas, as cavidades são formadas entre o rotor e o estator quando os dois são colocados juntos. Quando o rotor se move no interior do estator, as cavidades progressivas entre eles transportam o fluído de um modo suave e contínuo da aspiração para a descarga do estator. As cavidades nas geometrias D/P são cerca de 75% do tamanho das geometrias S/L, mas são passadas duas vezes por rotação ao invés de uma só, resultando numa taxa de vazão 50% maior. A taxa de fluxo é determinada pelo passo do rotor/estator, pelo diâmetro e pela excentricidade, bem como pela velocidade de rotação de bombeamento. A capacidade de pressão depende do número de estágios, com a pressão diferencial de 6 bar por estágio. A bomba NEMO® de 2 estágios na geometria D pode atingir pressões diferenciais de até 12 bar, a uma taxa de vazão de 150% sobre a da geometria S. A bomba NEMO® de um único estágio na geometria P tem as mesmas dimensões exteriores, a mesma elipse e excentricidade, mas duas vezes o passo do rotor/estator. Esta bomba produz uma vazão de 300% sobre a da geometria S a uma pressão diferencial de até 6 bar.

A Geometria D

  • dimensões compactas a altas pressões e vazões
  • bombeamento praticamente livre de pulsação
  • alta precisão de dosagem

A Geometria P

  • dimensões compactas com altíssimas taxas de vazão
  • bombeamento praticamente livre de pulsação
  • alta precisão de dosagem
  • boa eficiência volumétrica e longa vida útil, devido à linha de selagem entre o rotor e o estator